Muito se fala hoje em círculos empresariais a respeito do ROI, ou do retorno sobre o investimento. Todas as variáveis, das vendas e seu custo até a publicidade online, são analisadas conforme as despesas que elas produzem para a empresa, versus a receita que geram direta ou indiretamente, em termos de resultados.

É ótimo que as empresas estejam preocupadas em redescobrir o valor intrínseco de cada um de seus gastos e investimentos, descobrimento onde e como estão ganhando ou perdendo dinheiro. O problema é que poucos departamentos de recursos humanos ainda procedem dessa maneira.

A maioria dos problemas de produtividade começa lá atrás, ainda no ato de contratação de um funcionário. Isso porque o perfil do candidato não costuma ser avaliado corretamente, de modo a coincidir com as funções que esse colaborador irá desempenhar.